sábado, 5 de novembro de 2011

Mais uma de amor? Não! Apenas dor!

Dor. Tá doendo sim. Não precisava ser nada do jeito que foi, isso claro se as pessoas tivessem um pouco de COMPAIXÃO em seu coração. Nada foi proposital, pelo contrário, e a dor vem exatamente por achar que eu seria capaz de ser tão baixa, tão pequena, tão egoísta.
Não vou me justificar pois não preciso fazer juras ou promessas pelos meus atos. Não quero e não vou me sentir culpada por algo que simplesmente não faz sentido. Ficarei aqui, quieta em meu canto até a tempestade passar, mas não quero e não vou ficar em silêncio para sempre, apenas por enquanto, me silenciarei, até minha sanidade voltar e tiver condições de conversar.
Enquanto isso ficarei aqui, com lágrimas nos olhos e no coração, cansei dessa guerra idiota, cansei de dar murro em ponta de faca, pois o único sangue que escorre é o meu. Vou viver minha vida como deveria já ter feito, os efeitos disso só Deus irá saber, ou não. Perdoe minha honestidade, mas errei quando tentei em lhe dar minha mão, sendo que você nunca quis ser ajudada.
Mas  como tudo na vida, essa dor em meu peito passará, nada é eterno, nada dura para sempre. As cicatrizes fecham, mas continuam ali, e como esperado, mais uma meu coração para enfeitar a coleção!

Um comentário:

  1. Amei conhecer esse espaço
    Te sigo com carinho
    Preciosa Maria

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!!!!