quinta-feira, 15 de julho de 2010

Água mineral fervida?

É engraçado como encontramos pessoas estranhas em consultórios pediátricos. Ontem numa consulta de rotina dos meus filhos, na sala de espera conheci um casal com um bebezinho de 42 dias. Uma gracinha o bebê. Os pais muito simpáticos e completamente desesperados com o pacotinho nos braços. Inevitavelmente iniciamos uma conversa sobre crianças. Sempre me perguntam se são gêmeos e como eu aguentei toda a pressão. Educadamente respondo que "aguentei ué", e que se eu consegui eles também conseguem. Entre uma pergunta e outra, eles me contaram que fervem água mineral para dar banho no pequeno. Solto uma risada escandalosa e histérica. Fiquei com vergonha, pois somente eu estava rindo. Peço desculpas e tento me explicar que achei que fosse uma piadinha básica. Eles respondem sérios que não, que realmente fazem isso, o pai emenda na hora que acha um desperdicio, a mãe diz que não, que se preocupa com a saúde do filho. O clima fica um pouco tenso e ficamos mudos. Após um tempo, soltei "pergunta para a médica, é melhor né?", ela concorda. O pai, na minha opinião louco para economizar dinheiro, começa um interrogátorio imenso sobre como criei os meus pequenos. Respondi com muita boa vontade. Afinal, não é fácil ser pais de primeira viagem. Eu sei, pois eu fui também, e logo de dois de uma vez. São muitas dúvidas, medos e etc nessa fase. Acabamos nos entendendo, eu e a mãe do pacotinho azul. O pai fez uma cara de aliviado, talvez em saber que algumas coisas são simples, como por exemplo a água do banho.
Voltei para a casa com a sensação de dever cumprido. Não que eu seja especialista em crianças, mas dei conta do recado. Afinal, quando nasce uma criança, nasce uma mãe, não é mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!!

Postar um comentário